NEWS

Materiais de difícil usinabilidade

29 de janeiro de 2014

Os materiais de difícil usinabilidade, usados especialmente na indústria aeroespacial, possuem características que dificultam a usinagem, como o próprio nome já sugere. A MITSUBISHI MATERIALS traz ao Brasil soluções em ferramentas para usinar este tipo de material.

Um dos destaques é a nova linha de insertos PVD para fresamento. Devido à tecnologia TOUGH-Ʃ, estas classes apresentam cobertura multicamadas que previne a propagação de trincas para o substrato. Proporcionam alta resistência ao impacto e baixo coeficiente de atrito, além da excelente resistência à soldagem e ao desgaste. A série MP9100, indicada para ligas de titânio e ligas resistentes ao calor, estão disponíveis nas linhas de fresas intercambiáveis APX3000/4000, ASX400 e ASX445.

A fresa intercambiável AXD4000, já consagrada em operações high speed de ligas de alumínio, agora conta com a classe MP9120 para materiais de difícil usinabilidade. A MP9120 faz parte da série MP9100 com tecnologia TOUGH-Ʃ. Além disso, a AXD4000 também apresenta as novas fresas tipo haste aliviada e tipo haste com um corte.

Outra ferramenta ideal para materiais de difícil usinabilidade é a linha de fresas inteiriças VQ (SMART MIRACLE). As fresas VQ têm propriedades de controle de vibração devido ao ângulo de hélice variável. Com sua geometria ideal e a exclusiva tecnologia de cobertura, o esforço de corte é reduzido, facilitando a expulsão de cavacos. O resultado é o aumento da eficiência e maior vida da ferramenta. A linha de fresas VQ foi expandida com a inclusão do tipo haste aliviada.

No torneamento, a novidade é o sistema de classes e quebra-cavacos para materiais de difícil usinabilidade. As novas classes com cobertura PVD, MP9005 e MP9015, oferecem altíssima resistência ao desgaste, à craterização e à soldagem na usinagem de ligas resistentes ao calor. Já a classe MT9015 sem cobertura proporciona excelente resistência ao desgaste e à fratura no torneamento de ligas de titânio. Os novos quebra-cavacos LS, MS e RS, respectivamente para usinagem leve, média e pesada, completam a linha para torneamento de materiais do grupo S.